quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Russomanno bate boca em rádio por causa de seu bar, fechado com dívida milionária

O candidato a prefeito de São Paulo Celso Russomanno (PRB) bateu boca com um jornalista durante entrevista na Rádio Bandeirantes, concedida na manhã desta quinta-feira (22).

O jornalista Fábio Pannunzio afirmou que o patrimônio de Russomanno cresceu após ele abrir um bar em Brasília, o Bar do Alemão, sem que o deputado federal fizesse investimento em dinheiro no local. Neste ano, o estabelecimento de luxo, às margens do Lago Paranoá, foi despejado com aluguéis atrasados.

Russomanno se exaltou na resposta. "Você está mentindo, isso é uma mentira. A lei garante você entrar num negócio administrando esse negócio", disse.

O programa foi interrompido para um intervalo, enquanto Russomanno discutia com o jornalista.

Posteriormente, Pannunzio continuou com o assunto. "Como o senhor que não conseguiu administrar um bar vai administrar uma cidade complexa como São Paulo?", questionou o jornalista.

Segundo o jornal "Correio Braziliense", o bar fechou com R$ 2 milhões em dívidas de aluguel. O sócio de Russomanno na empresa, representante da Yelloww Consultoria Ltda., é Augusto Ribeiro de Mendonça Neto, um dos delatores da Operação Lava Jato.

"O Brasil está vivendo uma crise, e não é que não consegui administrar o bar. Eu não estava presente na administração do bar. Existia uma pessoa lá que foi indicada por um dos sócios que estava fazendo a administração", justificou Russomanno.

O candidato afirmou que já pagou as dívidas com funcionários e que está quitando os aluguéis. " Todos os últimos aluguéis que não foram pagos estão sendo pagos", disse.

Ao fim da entrevista, o candidato pediu desculpas. "Eu queria aproveitar o ensejo para pedir desculpas pelo começo da reportagem. Às vezes os ânimos se alteram aos poucos, por causa de questões políticas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário